quarta-feira, 25 de junho de 2008

Nos meus momentos de insanidade, construo um mundo perfeito. O louco será rei, e eu, o todo poderoso deus da terra chamada de lugar nenhum. Coma alcoólico induzido.

2 comentários:

Sylvia Senny disse...

como todo poeta, temos um pseudo mundo!
parabens por transmitir essa peculiaridade tão bem em seus textos.

adicione o meu blog, pois no site nao tem textos, Só no blog.
http://sylviasenny.blogspot.com/

gde abraço
Sylvia Senny

HAMILTON BRITO... disse...

Héraclito, o filósofo do absurdo.


Eele dizia, o que é, não é;o que não é, é; aquilo que já não é, agora é...

muito boa esta filosofia, vc n está só...bom final de semana