segunda-feira, 2 de junho de 2008

Uma palavra de amor

Haverá um dia em que eu possa falar sobre o amor

Mas como me falta inteligência suprema para tal

Resta me discorrer...


Quando dois corações se juntam

Ficam em estado de comunhão

Mas quando partidos, tornam-se milhares

E se juntam aos que também estão despedaçados

Fragmentam-se, e como um quebra-cabeça

Cabe a nós tentar juntar os pedaços

E colocar as pessoas certas em seus determinados lugares


Na prova do amor

Colocamos nossos corações no fogo

Aquele fogo que nos queima quando vimos a pessoa amada

E a razão do coração jamais será igual à razão da mente

Porque são dois mundos que só tem ligação quando não se ama


Então eu digo:

Aprenda a dizer que me ama de coração

Em alto e bom som

Atravesse as barreiras que aí estão

Seja livre para amar quem te estende a mão

Não pergunte quanto e como o amor pode amar

Apenas ame antes de pensar

A. B.

Um comentário:

José Hamilton Brito disse...

Quer saber de uma coisa : meus parabéns. Gostei muito do seu blog, tanto da formatação quanto do conteúdo. Continue