terça-feira, 14 de março de 2017

A capacidade de oferecer alternativas é mais louvável que apresentar de imediato a solução. A. B.

domingo, 12 de março de 2017

O melhor está por vir. Portanto faça o seu melhor para que eles se encontrem. A. B.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Quem diz que hoje é somente mais um dia, se esquece que o amanhã poderá não existir para muitos, inclusive para quem o diz. A. B.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

E eu vos digo que o coração do guerreiro jamais conhecerá o descanso, nem nesta vida, tampouco em Valhalla. Pois o que foi forjado em aço, o aço haverá sempre de encontrar. A. B.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

O objetivo do homem não é só evoluir, mas também fazer evoluir. A. B.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Não adianta reclamar da sorte quando você não se interessa pela política. A. B.

domingo, 10 de julho de 2016

Oração do homem que faz o bem

Maldito seja todo elogio que venha da boca dos homens e não de Deus
Condenada seja a palavra que leve o homem a soberba
Nenhum bem está na terra senão no céu
Pois aquele homem que um dia livraste da morte
Será o mesmo que te desejará encontrá-la

A.    B.

sábado, 11 de junho de 2016

Lute ao lado dos fortes. Lute ao lado dos fracos e os tornem fortes. Lute ao lado de ambos e será imbatível. A. B.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Prostai-vos. A sabedoria está mais próxima dos joelhos do que o alcance de vossas mãos. A. B.

domingo, 15 de maio de 2016

É totalmente diferente o ser humano que busca o ouro do que busca a sabedoria, pois jamais encontrarão as duas coisas. A. B.

sábado, 14 de maio de 2016

Quando você estuda e se gradua, o mundo melhora. Isto se chama: lógica de consequências. A. B.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

A pior opinião é ter opinião sobre tudo. A. B.

sábado, 16 de janeiro de 2016

Quando te transformarem em cacos, lembre-se: cacos ninguém vê e perfuram mais. A. B.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Em uma discussão, para se conhecer o mais sábio, basta observar aquele que nada diz. A. B.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

O homem doutrinado é sempre mais eficaz. Na paz busca o equilíbrio mental. Na guerra busca o golpe letal. A. B.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

O mundo é feito dos pequenos que não tem medo de gigantes. A. B.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Impossível imaginar a vida de um guerreiro sem uma dia de conflito no caos da guerra. Afinal sua espada é a luz que o guia. A. B.

A alma de um guerreiro jamais será ferida. Ela nunca esteve nele, esteve sempre no campo de batalha. A. B.

quinta-feira, 16 de julho de 2015


Você é a palavra
E eu pensamento

Você sorri pela lábia
E eu sou o que doí por dentro. A. B.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Lembrai que com que as mesmas cores que se pintam o arco iris
Se pinta o inferno na terra
Que aquele que desenha o quadro, escreve o erro ao quadrado
E entre o ser da nova era

Existe um ser completamente errado. A. B.

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Enquanto houver motivo, existirá razão. Enquanto houver razão, eu serei o motivo. A. B.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Em meio aos remendos de tantas cicatrizes
Existe um lado que beira à inocência
Você me diz que foi seu lado bom
Eu digo que sou a santa entre as meretrizes
A. B.

domingo, 21 de junho de 2015

Tudo depende de sua consciência e não de onde você está. Você pode apenas fazer um desenho em um pedaço de pano, ou transformar aquele pântano em um oceano. A. B.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

A maioria das pessoas duvidam do que pode acontecer, menos do que podem vir a ser. A. B. 
Nada traz mais paz ao coração de um guerreiro que uma zona de conflito. Seu coração só bate onde as espadas se encontram, e eis onde ele se encontra. A. B.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Se me perguntarem o que é o amanhã, responderei, faça ser tão somente o que você não viu ou sentiu hoje. A. B.

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Um dia eu serei aquilo que tanto sonhei. Apenas um sonho. A. B.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Tantas vezes quanto for possível seja você mesmo entre todos, para que não seja confundido com todos que nada são entre você e os outros. A. B.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Quem beija as lágrimas em um rosto, escolhe o caminho do Céu entre outros. A. B.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Nestas horas de você comigo
Que são tantas poucas horas
Sinto o que logo imagino

Aquele momento que você é aurora. A. B.

domingo, 5 de abril de 2015

Até hoje cometi somente um erro, a de total ignorância de achar que por um breve momento estive certo. A B.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

De pessoas se fazem os fatos. Dos fatos, morrem várias pessoas. A. B.

Um dia eu tive amigos. Todos como se fossem um. Mas um dia algo se desfez, e aquilo que era um, de nada mais se fez. A. B.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Aprendi que para se apresentar como uma incógnita, basta desviar-se da retidão que te apresentam. A. B.

domingo, 4 de janeiro de 2015

Os sonhos nunca morreram
Apenas adormeceram em paz
Basta um estalar de dedos
Para reavivar a chama
Que já não havia mais.
A.B.



terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Se um assunto não acrescenta nada a você, este assunto não te diz respeito. A. B.


domingo, 23 de novembro de 2014

Às vezes o que nos falta é apenas reler o tempo que achamos que foi perdido.
A. B.


quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Talvez hoje eu não saiba para aonde ir amanhã. Mas terei a certeza para aonde não ir, pois isto me custou todo meu passado. A. B.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

E eis que se faz fato tudo que foi passado. Hoje se derrama aquilo que nunca imaginei, em um momento, está imediato. A. B.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Onde houver tão somente o seu desejo, haverá também seu destino como vítima das consequências e o tempo como Juiz. A. B.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Muitos saberão seu nome enquanto sua verdade é encoberta. Poucos saberão quem é você quando suas palavras os afetam. A. B.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Esperança é aquilo que te dão quando você imagina ser impossível. Certeza é o que você tem após vencer o impossível através da esperança. A. B.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Vemos alguns chorar por nada ou por ninguém, enquanto que por aqueles que derramam suas lágrimas, nem uma rosa é lançada ao túmulo. A. B.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

sexta-feira, 25 de julho de 2014

quarta-feira, 16 de julho de 2014

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Ter bom estado de espírito não quer dizer ser feliz, mas quer dizer lutar em todas as batalhas sob qualquer estado. A. B. 

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Todos homens podem enlouquecer. Mas nem todos são capazes de tratar sua loucura com um instante de cura alvejando o próximo. A. B.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Toda unanimidade não gera evolução. Por conseguinte, a tragédia da involução, mesmo que involuntária. A. B.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

A vida é uma sequência exata de momentos sem explicação. Para tudo aquilo que existe, há um nada sem razão. A.B.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

O homem que vive sem regras está impreterivelmente fadado às mudanças drásticas assim como um catavento sob a tempestade. A. B.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

O bom de se discutir entre consonância e dissonância é que basta se encontrar a ressonância dos termos. A. B.

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Chega uma hora em que devemos parar de tentar corrigir o erro cometido e deixar que os demônios façam por si, pois só assim se faz graça à desgraça. A. B.
De tudo aquilo que você está pensando
Eu sou aquele coração com a flecha encravada
A alma dilacerada
De uma dor que nunca está terminando

A. B.
SE VOCÊ AO MENOS CONHECESSE UM SEGUNDO DA MINHA VIDA, TERIA UMA ETERNIDADE PARA SE LAMENTAR. A. B.

terça-feira, 6 de maio de 2014

Ah meu mundo, meu mundo... que mundo? A. B.
Existem dias em que passamos engolindo sapos, mas depois vomitamos trovões. A. B.
Quando você encontrar meu céu
Saberá que ali eu nunca estive
Nem em dias em que a brisa encontrava lápides
Meu corpo estava vago e não me detive
Fazendo com que meu sorriso nunca fosse apogeu
E através de séculos meus mares são de naufrágios e adversidades

A. B.

domingo, 4 de maio de 2014

Em um dia que for bem verdade
Estaremos você e eu
Sentados à beira da morte
Para lembrar o que aconteceu
No dia mais triste
Em que você me conheceu

A.b.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

O mundo é real e as pessoas são boas. Basta só você acreditar que está delirando. A. B.

domingo, 27 de abril de 2014

É uma pena que você não esteja
Pois é mais um psicotrópico e um copo de cerveja
Na mais linda desilusão
Aguardando a parte em que você não vem
Sentado em um trono de corrosão
Sentindo o cheiro de um perfume do além

A. B.

sábado, 26 de abril de 2014


Nem todos estão preparados para serem servos, quanto mais para serem reis. A. B.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Perdi tanto tempo pensando que você poderia ser o que eu não sou que agora eu sou seu tempo perdido. A. B.
Temos tanta certeza em ser o que não somos, que deixamos de viver o que no passado ainda éramos. A.B.
Qual a madrugada que eu não vislumbre
Um corpo sem alma
De um ser autoimune
Dotado de um carma
De ser o que foi
Em uma ainda não vida
Em ferida
Tal se resume

A. B.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Um dia tudo volta para casa
Assim como quando eu era
E hoje não sou
Os pedaços vão se fundir
Juntar o que era tudo
Reconstruir uma vida
Que mesmo sem asas
E em apenas um sopro
Voou

A. B.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Nas noites mais escuras
Quando o luar abandona a lua
Sinto sua falta
Assim como te ter nua
Mas eu uma criança
E você tão adulta.
A. B.


terça-feira, 15 de abril de 2014

Em uma noite de estrelas mil
Sem nenhuma ascendente
Vejo nesta estrela cadente
Meu ser dizer
Que perder pode ser
Algo que nos faz coisa alguma.

A. B.

domingo, 13 de abril de 2014


Um dia vazio
Como todos os que se partem
Deixam sua vida à parte
E você vive morrendo
A cada dia de uma eternidade.
A. B.
TODOS QUERIAM TER A MINHA VIDA, MAS NINGUÉM GOSTARIA DE SER A MINHA VIDA. A.B.
E SE EU DISSESSE AQUELE DIA QUE AO MENOS UM DIA FUI FELIZ, ESTARIA MENTINDO POR UMA VIDA INTEIRA. A.B.

terça-feira, 8 de abril de 2014

A proporção do meu silêncio para com sua burrice é a mesma entre o que você acha que sabe e o que diz. A. B.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Se alguém te oferecer mais de um milhão de palavras, acredite que somente a última será verdadeira. A. B.
Um homem sábio é aquele que no inferno encontra uma tocha para buscar uma saída. A. B.

domingo, 6 de abril de 2014

Um dia você terá total certeza que durante toda sua vida ninguém teve certeza sobre você. A. B.

segunda-feira, 31 de março de 2014

Todo dia o mesmo ritual
Umas doses de cerveja
E tudo volta ao normal
Colocando lágrimas no papel
Seja onde quer que você esteja.

A.B.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Talvez se um dia minha vida tivesse uma direção
Eu caminharia a passos largos
Sem atraso
Direto para o seu coração.

A.B.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Dói morrer todos os dias e achar que em um amanhã a dor irá embora. A.B.

terça-feira, 25 de março de 2014

Criamos nosso próprio inferno para aprendermos a caminhar sobre as brasas. A.B.
Tão lindo quanto um anjo
Que esqueceu suas asas para caminhar ao seu lado
É a beleza dissonante de ter alguém
Que vive logo além do seu imaginário.

A.B.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Certa vez cometi um grande erro em acreditar em meu acerto. A.B.
Vida, o que te fiz de tanta maldade?
Pois não me lembro de ter esquecido
Mesmo nos dias que me faltava sobriedade
Não te esqueci em nenhum suspiro

Fizeste-me regojizar em fogo
Em cada palavra de sangue
Fora do meu alcance
Carregar lágrimas em um deserto... banido.


A.B.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A GRANDE VERDADE SOBRE A VIDA É QUE NINGUÉM SE IMPORTA. VOCÊ SERÁ SEMPRE UMA ROSA EM UM CAIXÃO, OU UMA PIADA A CADA GOLE DE CAFÉ EM UMA RODA DE AMIGOS NA ESCURIDÃO. A.B.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

E SE AINDA FALAM EM CASTELOS E PRINCESAS, É PORQUE ALGUÉM UM DIA SONHOU SEM COMPROMISSO. E PELAS TERRAS ONDE HABITAM, AINDA SONHAM COM ISSO. A.B.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

FUI BUSCAR MEU AMOR NO INFERNO. ENCONTREI APENAS UM ESPELHO E MEU REFLEXO. A.B.
OLHANDO ATRAVÉS DAS PAREDES, VENDO ESTE TOM CINZA DE DESAMORES, BUSQUEI O QUE ME FEZ ESQUECER, ANTES MESMO QUE UMA ÚNICA PALAVRA SOASSE NAQUELE ENTARDECER EM MEU SER. A.B.
O SEGREDO DO JOGO DA VIDA É CONTINUAR JOGANDO, MESMO PERDENDO TODO DIA. A.B.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

FOI UM TEMPO, QUANDO EU AINDA ERA VIVO, QUE TUDO ERA TÃO LINDO. MESMO EM UM SONHO ACORDADO, EU SENTIA QUE ERA AMADO E CONTINUAVA A VIDA SORRINDO. A.B.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

EXISTE AQUI UMA VIDA TÃO GRANDE E IMENSA QUE ME DEIXA ASSIM, TÃO PERTO DO MEU EU, MAS TÃO LONGE DE MIM. A.B.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

EU NÃO TENHO AS MELHORES RESPOSTAS, NEM AS MAIS LINDAS PALAVRAS. TENHO O QUE SOU E MAIS NADA. A.B.
NÓS TEMOS UMA CAPACIDADE INFINITA DE JULGAR PARA JUSTIFICARMOS AQUILO QUE NEM IMAGINAMOS SER. A.B.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

SE VOCÊ PARASSE DE ME JULGAR PELO MENOS POR UM INSTANTE, SABERIA QUE HOJE JÁ É OUTRO DIA, E QUANTO FOI IMPORTANTE SAIR DA SUA VIDA PARA RETOMAR OS TRAÇOS DESTE QUADRO COM MAESTRIA. A.B.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

COTIDIANO E CAOS. CAOS E COTIDIANO. BOM, TANTO FAZ. SÓ UM DIA A MAIS. A.B.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

EM UMA GUERRA, QUANDO UM GRANDE GUERREIRO ESTIVER PARADO SILENCIOSAMENTE A SUA EIRA, EIS O MOMENTO QUE DECIDIRÁ SUA DERROTA OU SUA BOA ESPREITA. POIS PODERÁS MORRER PELA ESPADA, PELA BAIONETA OU PELO RUGIDO DE UMA ESCOPETA. A.B.
A SABEDORIA DO TEMPO É TE MOSTRAR QUE QUANTO MAIS VOCÊ O ESPERA, MAIS ELE SE AFASTA. ISTO PARA MOSTRAR O QUANTO O MESMO É VALIOSO. O TEMPO CERTO VIRÁ, AO SEU TEMPO. A.B.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

SE DA VIDA FUI UM ERRO, SEM NENHUM ACERTO, AINDA ASSIM AGRADEÇO POR TER VISTO TEU ROSTO E NEM POR UM MOMENTO ME ARREPENDIDO DE TER VOCÊ COMO MINHA FILHA, MINHA RAINHA, ETERNA CLARINHA.
A. B.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

NADA VEM AO NOSSO TEMPO. A VIDA É DURA E SEM TEMPO PARA O SEU ALENTO. TUDO TE TORTURA E FAZ CHORAR... SEM AO MENOS UM LENÇO. A.B.

domingo, 5 de janeiro de 2014

ÀS VEZES, NO INÍCIO, AS COISAS NÃO SAEM COMO QUERÍAMOS, MAS NO FINAL PODE SER ALGO QUE NOS SURPREENDERÍAMOS. A.B.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

SE VOCÊ SEGUE O QUE ESTÁ NA MODA E É PASSAGEIRO, NUNCA ESTARÁ NUM LEGADO E MUITO MENOS DEIXARÁ UM HERDEIRO. A.B.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

HAVERÁ UM DIA QUE SE CHAMARÁ NOITE, QUE QUANDO ESTIVERES PERDIDO E BUSCARES UM PERNOITE, ALÉM DE SERES BANIDO, RECEBERÁS AÇOITES. A.B.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

VOCÊ SE ILUDE COM ALGUMAS FOTOS E ATÉ COM ALGUNS FATOS, MAS NA VERDADE O QUE TE FAZ FELIZ É AQUILO QUE ACONTECE NO MOMENTO EXATO, E COMO SEMPRE O MENOS ESPERADO. A.B.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

LEÕES NÃO FAZEM PACTOS COM LOBOS. A.B.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Porque eu voltei

Voltei porque olhei para mim
E nada vi
Vazio sem fim
Mas ainda sobrevivi

Minha vida em pedaços
Para todos os lados
Nem servindo para retalhos
Choros de palhaços

Um dia a gente vê
Que em tudo aquilo que podemos crer
Pode nada mais ser
Que aquilo que não se prevê

A.B.

sábado, 7 de dezembro de 2013

NÃO IMPORTA QUÃO FORTE O VENTO SOPRE, PARA O SUL OU PARA O NORTE, SEGUIREI EM FRENTE, MESMO QUE ISTO SIGNIFIQUE A MORTE. A.B.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

EU ESTIVE E ESTAREI SEMPRE ONDE VOCÊ MENOS ESPERAR, POIS ONDE ESTOU NÃO É O MEU LUGAR. A.B.
É TÃO CERTO ESTAR ERRADO QUE MESMO ESCOLHENDO A MELHOR OPÇÃO ISTO LHE SIGNIFIQUE SEU CAIXÃO. A.B.
NA MAIORIA DAS VEZES É MELHOR ACREDITAR NO ABSTRATO QUE SER TRATADO COMO UM RATO PELA REALIDADE DA MAIORIA. A.B.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

CERTA VEZ APARECERAM DOIS ANJOS ME QUESTIONANDO DE QUE LADO ESTOU
FIQUEI OLHANDO
POIS HAVIA ALGO QUE NINGUÉM PREPAROU
MINHA ESCOLHA DE ONDE VIM E PARA AONDE VOU.
A.B.
UM DIA ME PERGUNTARAM POR QUE FAÇO ISSO. RESPONDI QUE FAZIA PORQUE ERA DIFERENTE DAQUILO QUE TODOS OS OUTROS FAZIAM. A.B.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

ANTES QUE A LUA REFLITA MINHA ÚLTIMA LÁGRIMA, QUERO QUE SAIBA QUE MINHA DOR JÁ ERA ESPERADA. A.B.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

EU TENHO UM SORRISO ENSAIADO PARA CADA DISCURSO MAL PENSADO DE SEUS LÁBIOS QUE TENTAM COPIAR O PARAÍSO. A.B.
SE EU SOUBESSE QUE NO FIM SERIA ASSIM, ESCOLHERIA UM MEIO DE NÃO TER COMEÇO. A.B.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

MANDASTE-ME PARA O INFERNO E EIS QUE DE INFERNO ME FIZ. A.B.
Se a sorte for meu norte, traz-me a vida, sem piedade comum, ventos para o sul. A.B.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

VOCÊ NÃO IMAGINA DE QUANTAS CINZAS ME FIZ PRA TE VER FELIZ. A.B.
Já errei tanto tendo certeza que agora a minha incerteza é quem decide tudo. A.B.
ESTOU TÃO BEM QUE SE EU MELHORAR PODEREI VER ALGO ATRAVÉS DAS CHAMAS DO ALÉM. A.B.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

A VIDA TÃO BOM SERIA SE SOUBESSE QUE O DIA QUE ENCONTREI O AMOR A MORTE ME ABRAÇARIA. A.B.
MINHA PRIMEIRA MORTE FOI QUANDO ENCONTREI UM AMOR QUE ACHEI QUE ERA SORTE. A.B.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

QUANDO VOCÊ SOUBER O QUE EU SINTO, TALVEZ VOCÊ JÁ NÃO SINTA MAIS NADA. A.B.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

EXISTE SÓ UM DESTINO PARA AQUELE QUE ACREDITA NO SER HUMANO. O FIM DO SER HUMANO. A.B.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

O MELHOR DE TODAS AS COISA É SABER QUE COISA ALGUMA TEM O VALOR DO QUE VOCÊ É. A.B.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

EXISTE UM LIMITE ENTRE O CERTO E O ERRADO. EU SEMPRE SEREI O ERRADO E VOCÊ MEU LIMITE. A.B.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

SE AS PESSOAS SOUBESSEM QUE SÃO MENORES QUE A SOMBRA DE UM GRÃO DE AREIA, PÉS DESCALÇOS SERIAM MAIS FELIZES QUE PESSOAS DIANTE DE UM MAR... DE MENTIRAS. A.B.
SE SUA MOTIVAÇÃO PARA VIVER FOR MAIOR QUE SUA RAZÃO PELA QUAL MORRER, SUA VIDA TEM SIDO EM VÃO. DEFENDA SUA CAUSA, MESMO QUE ELA SIGNIFIQUE A MORTE DO SEU SER. A.B.
PARA QUEM JÁ CAMINHOU POR TANTOS INFERNOS, UM DEMÔNIO PELO CAMINHO É SÓ ALGUÉM PEDINDO ESMOLA. A.B.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

AMOR DE MÃE


Você sempre amou viver

Mas odiou ao me ver

Todos seus sonhos e pesadelos...

diante do meu ser

 

As coisas do passado

Na sua angustia presente

É fardo pesado

Neste dado de um lado

 

Sangue do seu sangue

E presente constante

Do amor da sua vida...

vida perdida

 

Nos seus braços o balanço

Daquela que quer ter

Um momento de descanso

Ou algo para esquecer

 

A mão que balança o berço

Tem a mão pesada

E a cada badalada

A reza de um terço

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Quando você vive no inferno... você aprende a ser brasa.
Se não conhece minha causa, não entre na minha guerra.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

(se) FELIZES PARA SEMPRE (existisse)


Não haveria pôr do sol no paraíso

Não haveria o lado escuro da lua

Não haveria mágoa... nem minha nem tua

E  nem  haveria mais este rabisco

 

Brindamos com um drink gelado  no inferno

Porque você busca todo seu eu no vazio

E eu ao seu lado... vazio

Formando um par interno

 

Quanto mais você sabe o que quer

Mais distante estará

Porque sabe que perderá

Tanto quanto puder

 

Se felizes para sempre existisse

Eu não seria uma história mal contada

De uma vida repartida

Em mais de uma morada

E com a sua partida

Faria com que tudo não se repitisse

domingo, 2 de setembro de 2012

O Grande Mestre do Ódio


Com você aprendi

Quanto posso odiar

Através do amor

Desde quando te conheci

 

Seu amor tão livre

E espontâneo

Mas tão momentâneo

 

Forja de uma farsa

Como grandes comparsas

Você me deu tudo

Com o que ainda me iludo

 

Valores iguais

Porém distantes

De uma pessoa desleal

A todo instante

 

Estávamos felizes

Que poderíamos morrer

Pois você me vicia em deslizes

E agora sou eu que vou morrer... pra você

 

Você... Eu nem preciso do seu amor

Você é alguém que eu conhecia

Pela noite ou pelo dia

Mas agora me traz pavor

 

Faça do seu sol desenhado

Seu lugar preferido

Pois eu já terei partido

Rumo?

 Sem destino...

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

ESTROFE

Eu sou uma lenda que nunca será contada
Um fantasma que nunca aparece
Mas entre em algumas preces
Minha presença será notada
Deus... eu vou te contar uma história

Os mesmos lábios que beijam
São os mesmos lábios que ferem
Mesmo aqueles que nos rejeitam
São aqueles que nos querem

As coisas lindas
São aquelas que nos repelem
Aquelas que não refletem
Por serem tão íntimas

Busca dourada
De uma vida tão inflamada
Vista de uma costa
Tão pouco apreciada

Deus... só mais uma palavra
Eu não serei a última sílaba
De uma história... não contada

domingo, 11 de março de 2012

segunda-feira, 5 de março de 2012

domingo, 26 de fevereiro de 2012

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Na vida não há decisão definitiva, pois tudo depende do amanhã... e o amanhã a Deus pertence.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Se hoje não é o melhor dia pra você... lembre-se de ontem, quando você nem imaginava que existiria um amanhã.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Sobre mim

Pouco sabes sobre mim. Muito menos saberás quando me conheceres.

domingo, 13 de novembro de 2011

Dai tempo ao tempo... e todo o tempo necessário vos será dado.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Toda moeda tem três lados. Cara, coroa e o lado que cai para cima quando você espera o que está para baixo. A.B.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Eu poderia te dizer muitas palavras, a mais bela... ou a mais singela, mas nenhuma tão sincera quanto aquela que te revela. A. B.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

O dom da depressão

Quanto mais penso
Mais se torna denso
Por mais que eu finja
Mais se torna cinza

Com o cérebro amarrado em correntes
Buscando encontrar alguma cor
O ser deprimente
Só encontra a dor

Sentenciado, abençoado ou mais um
Como poeira do universo
Resta-me escrever mais um verso
Sem um senso comum

Antes e depois sempre o mesmo
Criatura sem criador
Jogado a esmo
Falando palavras presas ao dissabor


A ruptura abrupta de uma mente
Cuja causa se faz distante
Faz-me chorar constantemente
Ora sorrindo, ora vagante

Haverá um dia
Em que as cores virão
Pode ser um dia de verão
Ou mesmo numa noite fria

O tradicional vazio no peito
Tem me encontrado como eleito
Mas onde bate um coração
Faz-se da força a emoção


P.S.: Para aquele que ler estas palavras seja consolado, porque não há mal algum que seja eterno.
Não importa quão obscuro seja seu passado. O importante é quanto da escuridão você converte em luz. A.B.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Excesso de ser em você

Tudo é bom quando é excessivo.
Marquês de Sade


Do meu excesso em te querer
Acabei por me perder
Sem mesmo antes de ter me encontrado
Agora estando ao seu lado

Paixão viva
Sem oração explicativa
Conduzida pela sensação
De estar no melhor lugar
Segurando sua mão
Fixando meu olhar
No seu olhar

É que nada e ninguém é mais importante
Nesta vida agora toda envolvida
Que seu toque deslizante
Naquilo que um dia foi ferida
Sobre meu corpo transpirante

A.B.

terça-feira, 19 de abril de 2011

A desculpa é o intervalo entre um erro e outro, ou seja, entre a primeira punhalada e as demais.

domingo, 27 de março de 2011

Não espere um sinal divino para algo acontecer. Você é o sinal!

quinta-feira, 17 de março de 2011

Quando o mais doce não for tão doce quanto um beijo teu
A abelha petrificada chorará por lembrar o que lhe pertenceu

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Não aprendi temer gigantes. Pois as grandes vitórias vêm dos pequenos valentes.

sábado, 25 de dezembro de 2010

Aquele que não observa a sabedoria com inteligência só aprende a ser burro.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

A morte é mais natural que a vida. Diferente da vida, nela não se pode fingir.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

O Brasil é o único país do mundo que em toda esquina tem um bar ou uma igreja. Sendo que, nos bares estão os “fiéis” e nas igrejas os “bêbados”.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Cruz sufixo

No espelho penso ver a verdade
De algo nada animador
Que sempre foge a realidade
Trazendo de volta minha eterna dor

Do meu templo nada restou
Além de santos espalhados
Em vários espelhos espelhados
Que minha alma abandonou

Está aqui meu corpo
Sentado como Buda
Esperando um retorno
Levando minha vida fajuta

Flores lindas já foram um dia
Aquelas que velam meu pesar
Foram elas testemunhas mudas por azar
Que viveram meu dia a dia

Coloco o crucifixo onde deve estar
Para que um dia eu volte a rezar
Aliviando assim o que dói tanto
Enxaguando assim o meu pranto

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Inverno sem terno

Se consegue me fazer patinar neste lago gelado
Também consegue fazer jamais congelar nosso beijo selado

Esquiando na neve que faz pra nós
Jamais assim nos sentiremos a sós

A cada estação espero o inverno chegar
Olhando lá fora
E não vendo a hora
Do nosso amor deslizar

Canto na lareira
O verso aquecido
De um amor que abre clareira
Entre pinheiros adormecidos

O caminho do caminhar

Caminho longo e estreito
E ao meu lado um rio
Quem nem se lembra da última vez que sorrio
De tanta dor no peito do seu leito

Semente caem e pensamentos brotam
Quase se esgotam
Mas o rio em seu papel
Mais uma vez se faz fiel
Não deixando secar
Os pensamentos do meu caminhar

O par perfeito me estende a mão
Fazendo-me esquecer
Que mesmo sem razão
Até mesmo na contramão
É preciso caminhar... sem mesmo entender

Escalada

Escada que sempre se transforma em escalada
Que me faz sorrir, mas tão logo descer

Corrimão que me queima a mão
E faz-me escorregar pelos dedos
O desejo... da eterna paixão

Fruto proibido vinga no cume
Mas se torna a distância
Mesmo em ente alado
O prazer jamais alcançado

Mais um degrau e uma gota de sangue
Decoração do meu sofrer
Mesmo sem querer
Meu antigo vexame

VIVA!

Viva enquanto há vida a ser vivida
Quantas coisas jamais esquecidas
São agora, como toda hora
Casca de eterna ferida

São os laços dos nossos embaraços
Gente que fica
Gente sempre ausente
Formando assim, os nosso traços

A vida louca que era tão boa outrora
Some e vem
Faz sua hora
A noite cai
E a lembrança... não se vai

Meio do paradoxo

O que viriam trazer
Já estava lá
Coisa mandada
Há muito tempo não esperada
Sem querer saber
O que a vida insistia em dizer... escondido
Sob a luz no labirinto.

Lente opaca

Dali os velhos óculos não saíram mais
Nada mais enxergaram
Nada mais
Mas as últimas lágrimas, nele ficaram

Contos sofridos
Histórias sem volta
Ainda gera revolta
Seus últimos gemidos

A letra já não tinha mais destreza
Mas jorrava emoção
Às vezes apoiada com as duas mãos
Para gerar uma palavra com leveza

As flores murcharam
Assim como seu ser
E dali partiram pra ter
O que tanto sonhavam

Seu velho óculos finado
Agora repousa na recordação
De quem leu o que ele viu
Antes de chegar na primeira mão
No vai-e-vem dos seus lábios desinibidos... sua língua será sua sentença.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Nunca julgues com um cajado pesado. Pois quando o levantares para ferir teu próximo, ele te açoitará as próprias costas.

terça-feira, 9 de março de 2010

Se é com fogo que me testas, é de fogo que me farei! A.B.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Mesmo aos cem anos de idade, a melhor coisa da vida ainda é feminina: a mulher companheira ou a morte certeira.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Cadeira? Qualquer uma... sento-me mesmo no trono da minha imaginação, pois vivo nos vãos do seu pensamento.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Todo homem é uma criança... que esqueceu o que é amar.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Posso até sangrar agora, mas o que vai me matar mesmo é a falta de você.
Encontrar-se a si mesmo por si próprio. Redundante? Porém preciso!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

A diferença do que parece semelhante

Não gostamos de ir e vir
Muito menos de estar aqui
Odiamos ser o que eles são
E não caminhamos por onde eles perambulam
Somos um em dois
Com um único sentido:
Ser o que eles não são.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Deus dos asnos

Nós somos mais do que imaginamos ser, e muito mais do que os outros imaginam, na bondade e principalmente na perversidade.

Há tempos não rezo mais
Mas enquanto isso
Descubro do que o ser humano é capaz


Você tem medo de morrer
E eu que você morra
Pois o meu querer
É que o acéfalo assuma a proa


Você tem medo da besta
Faz dela o maior pilar da igreja
Um bobo que pensa ser probo
E só me causa nojo


Vejo nas suas lágrimas
Rios de incertezas
Mesmo assim
Reza para que o mundo não tenha fim


Você canta hinos por temer a desgraça
Mas isso não disfarça a sua raça
Cria inúmeras pontes para o céu
Mas nesse lugar
Você será o principal réu
E não bastará chorar


Bebe do vinho na taça
Engole seus pecados como uma traça
Vivendo neste mundo
O ser pior dos imundos


Junte-se a mim e serei seu Deus
Dar-te-ei o lugar de Zeus
Não poupe seus joelhos no meu altar
Faça-os apenas sangrar


Não perca tempo com ladainha
Tire sua espada da bainha
Vamos o inferno tomar
E nenhuma alma vai restar


Você talvez não se lembre de mim
Mas estou sempre ao seu lado
Sou seu irmão alado
Aquele que vaga entre querubins



Sou seu ídolo de fogo
Desde quando você fez do calvário um lugar hilário
Sua fealdade veio do berçário
E agora você faz parte do meu jogo


Vou te levar onde nasce a escuridão
Ao lar das sombras
Onde nunca existiu Adão
E foram dizimadas as supostas Evas


Esta é a verdade brutal do ser anormal
Você será parte do reino das trevas
Onde prevalece sempre o mal
E isso durará por eras


Você talvez tenha medo das minhas palavras
Mas nada se compara ao medo que já senti
Sou o filho que foi rejeitado pelas coisas sagradas
Por isso não sou a hipocrisia que vem de ti


Reze por mim
E para que isto não tenha fim
Sou o talvez falso sagrado
E nunca quis ser quem você chama de amado
Porque eu jamais salvaria
Aquele que faz de mim
Mais um personagem de sua mentirosa idolatria

A. B.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Triste por ser triste

Se você nunca errar, nunca terá a oportunidade de transformar uma coisa simples em algo fabuloso.


Sentado em um canto
Sem encanto
Sorrir... para que?
Já andei pelos quatro cantos do mundo
Sem saber por que


Todos meus temores se realizaram
Sonhos?
Findaram


Salta-me aos olhos a tristeza
Quanta aspereza
A vida me ensinou


Será que morri?
Ou deixei de existir em mim mesmo
Vivo a esmo
Parei de olhar para mim
Meu espelho?
Quebrou se e não faço parte mais de mim


Não vejo mais quem eu sou
Só penso em quem eu seria
Se você lembrasse
Da boca que beijou


Há sempre um estranho
Atrás dos meus olhos
E quando o olho
Vejo-o vegetando
Em um lugar sem tamanho


Sei da excelência da sua ausência
E sei mais
Sei de tudo que você é capaz
Conheço sua repugnância
Sua falta de tolerância
E o mal que você me faz
Conheci nesta vida cada ferida
Que o mundo nos traz


Posto no solo
Em um choro sem lenço
Só o silêncio
Leva-me no colo


Posto na fogueira
Que nunca foi lareira
Senti o ardor
Da sua falta de amor


Enveredando-me em seus nuances
Minha felicidade
Foi sempre de relance
Como sua lealdade


Triste por ser triste
Sou isso e nada mais
Isso é tudo que ainda resiste
A felicidade não me visita mais

Santa Serpente

FANTASIA É O QUE LIBERA A EMOÇÃO DE PODERMOS SONHAR SEM TERMOS RAZÃO.

Você trouxe a luz aos olhos meus
Será que ainda sou ateu?
Serpentes no paraíso
Onde não deviam estar
Corro perigo?
Cuidado, posso me apaixonar


Eu transformo em versos
Os gritos recolhidos
De um lugar perdido
Quase submerso


Meu voto de castidade
Nunca foi saudade
Sofri enquanto durou
Daquela vida
Na despedida
Nada restou


Rezei para esquecer
Minha santidade
Quanta crueldade
Tive que aprender


Subi ao altar
E provei o líquido vermelho
A minha imagem no espelho
Vi por demais saltar


Já são sete mil dias
Que parecem sete mil séculos
Ainda pareço benévolo
Mas vivo de maresias


Procurei conhecer o caminho certo
Mas ao certo
Nunca saberei
Se vou me arrepender
Nem se vou entender
Onde foi que eu errei


Santa Serpente
Minha forma é decadente
Procurei a verdade
Agora sou deformidade


São dias que só formam noites
E meu pernoite
Sempre latrinário
Ainda é diário


Meus momentos oníricos
Agora já não são mais ledos
Quanto desprezo
Vivo do lixo dos ricos


Sou um profano deste mundo ufano
Escassa é minha raça
Minha fortuna é a penumbra
E perfeito é o meu leito...

...de morte.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Revelações do seu mundo

Dê-me uma caneta e um papel e eu te darei um mundo novo.

Escreverei até sobre seus sonhos mais ocultos
Até mesmos os vulgos
Revelarei suas fantasias
Causar-te-ei histeria
Não terei pudor
Mesmo que cause dor
Buscarei ser claro
Sem atraso


Percorrerei cada labirinto da sua mente
Mesmo demente
Solucionarei seus mistérios
Mesmo incrédulo
Após seus adultérios
Os mais malévolos


Retalharei seus pensamentos
Vou vasculhar seus argumentos
Farei da sua vida
Um quebra-cabeça montado
Sem retardo
Todas as feras abatidas


Sou a voz do seu diário secreto
Trago a vida o monstro descoberto
Suspiro horrores ao seu ouvido
Vou ao seu íntimo
Causo feridas à suas dores
Sou o Calígula na sua torre
Mesmo a sete palmos
Arranco aplausos


Não vim aqui para falar a verdade
Mesmo com sinceridade
Escondo meu jogo
Causo-te nojo
Somei seus pecados
Vi o estrago


O brilho do seu sol
Pintei de negro
Maculei seu puro desejo
Do seu mais belo mol-
de de estátua
Fiz pedaços para sua mágoa


Você se pergunta
Quem sou eu
Eu vivo no seu breu
Vivo em tormenta
Não sou a realidade
Nem o pesadelo
Vivo do ensejo
Da sua falsidade
Sou seu verdadeiro eu
Aquele que você pensa que morreu

terça-feira, 1 de julho de 2008

Não adianta somente escrever. Você tem que sangrar cada palavra para deixar a sua marca.

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Às vezes penso não conhecer mais as pessoas. Mas não por não lembrar delas, e sim por elas não serem elas mesmas. Metamorfose sócio-cultural ilusória.
Às vezes cabe ao silêncio responder a todas nossas perguntas e angústias.
A palavra pode ser uma lâmina mortal. Afiada, pode atingir até a mais íntima víscera.
Com um exército das palavras mais belas palavras, derrubarei sua fortaleza de argumentos inválidos.
Eu posso deixar de viver um dia. Mas não posso deixar de viver um único dia sem poesia.
Nos meus momentos de insanidade, construo um mundo perfeito. O louco será rei, e eu, o todo poderoso deus da terra chamada de lugar nenhum. Coma alcoólico induzido.

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Dia de ser eu mesmo



Cheguei e só estava eu

Procurei por alguém e me encontrei

Resolvi pensar sobre mim

Então encontrei o que tanto temia

A fragilidade de ser eu mesmo


A arte da existência

Existir para ser alguém

Aquele alguém que procuramos todo dia

E só encontramos em nós mesmos


Resolvi então parar de pensar

Escutar

Escutei a chuva

E vi que podia me molhar de conhecimento


Entrei e me vi sentado ao lado do meu ser

Esse ser que tanto tento entender

Buscando palavras

Escolhendo a medida

Entendi então que ainda nada sabia.

A. B.

* Texto escrito no primeiro dia de aula na oficina de poesia.

Necessidade


A necessidade de escrever

A necessidade de entender o que foi escrito

Simples necessidade

Necessito viver essa necessidade

Sempre que necessário, faço-me necessário

Mas sempre buscando a eterna necessidade

A necessidade me levou até além

A necessidade me trouxe alguém

Meu bem.

A. B.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Se o amor for um mal, eu sou o rei dos males.

A. B.

O que a poesia tanto tenta escrever, é o que o amor tanto nos faz sofrer.

Toda palavra de um apaixonado ecoa pela eternidade no infinito universo amor.

Fui do céu ao inferno lutando dias e noites contra demônios e anjos, não desistirei de você na última batalha.

Coloque em boa ordem tuas palavras, não as use dobradas, sendo assim, não farás da tua própria vida, tua própria cilada.

Totalmente diferentes, mas tão iguais. Vivendo no limite do limite. Simples e contraditório; amor perfeito

Palavras de amor cabem sempre onde tem amor.

Eu me rendo ao seu jeito e ao seu olhar, e não arrisco uma única palavra sem lá você estar. Total devoção.

Enquanto isso, batalho na escuridão e acordo em um campo coberto por orvalho de sangue.

Quem dera se nesta guerra do amor você se rendesse a um beijo meu.

Eu renasço a cada dia quando acordo e vivo um sonho a cada dia que te vejo.

Nosso amor nunca morrerá, e jamais viverá pra sempre, apenas será amor.

Mesmo sem uma única palavra, sua presença já me basta.

Hoje aprendi que tudo que sei dizer bem, é o que eu digo sobre você.

Nunca que o presente é caro. Tudo depende de quem você vai presentear.

Que bom que você dá valor as palavras, porque são os únicos bens que possuo.

Amanhã chorarei por aquilo que você não me disse ontem.

A sabedoria é o que infinitamente buscamos no infinito.

O acaso...

Aquele acaso que gera o amor, que por acaso gerou as estrelas, e que por acaso nossos nomes estavam escritos lá.

Eu posso te falar a minha verdade. Eu acredito mais no inacreditável do que em qualquer outra coisa que você julgue verdadeira. Então acredite no inacreditável, e ele se tornará sua verdade do amanhã.

Não chore. Choro eu, por dentro e por fora. Choro pela demora, choro pela distância, choro a toda hora. Mas chorarei também na hora da vitória.


quinta-feira, 5 de junho de 2008

Feliz daquele que consegue filosofar sobre um grão de areia e no mar em tempestade procurar a beleza.

São dos nossos atritos que lapidamos nosso amor.

Jamais vou esquecer, e conseguir esquecer, qualquer e todo momento que estive junto com você.

Quem me dera ser sábio o suficiente, para me entender, para te entender e para aprender a entender.

Só tem medo da morte quem nunca viveu a vida ou nunca conquistou o amor.

O silêncio

A palavra mais bem colocada, é a colocada no silêncio, em silêncio.

Ao silêncio da melhor música, se forma a mais bela melodia.

E quando você não compreender o silêncio; fique em silêncio

Então entenderá o quanto ele significa.